Medito em teus estatutos

"Medito em teus estatutos tão antigos; ó Senhor, eles me consolam!" (Salmo 119.52)

Jamil Filho
Jamil Filho

O intelecto e a atenção do salmista se coloca em meditação, seu coração se inclina para aprender dos estatutos antigos do Senhor e para conhecer de Sua sabedoria. Tal como o proverbista escreve em Provérbios 8:22-31, o salmista reconhece os estatutos e a sabedoria do Senhor como a fonte de todas as coisas.

Sabendo que as leis e os princípios que regem o universo permanecem firmes ao estabelecido pelo Senhor e que os preceitos morais e espirituais continuam irrevogáveis, o salmista então se consola na certeza de que Deus ainda rege soberanamente toda a criação.

Seu coração não está posto em preceitos que são facilmente abaláveis, que se moldam às circunstâncias, e por isso ele não teme, não se assusta com o que lhe pode acontecer.

Os estatutos do Senhor são antigos, inabaláveis e, enquanto gerações vão e vem, eles permanecem. Somente nEle o coração humano pode verdadeiramente descansar, pois nEle não há dúvidas ou sombra de variação.

Deus lhe abençoe.

Logo Amazon

+

Novas de Cada Manhã

Faça suas compras com nosso link