Mas o fruto do Espírito é [...] paz... – Gálatas 5:22

Leia também:

João 14:27; Romanos 5:1; Filipenses 4:6,7


Medite:

Relembramos das duas grandes guerras mundiais com pavor, as imagens de desolação e destruição provocadas por longos anos de combate são assombrosas. De fato, os conflitos do século 20 marcaram a história com sangue de mais de 108 milhões de almas.

Por mais tranquila que seja nossa vida hoje, nunca houve paz em nosso tempo, desde a virada do século 21 não existiu um ano sequer em que algum canto do mundo não estivesse envolto pela guerra.

Nos últimos 3.400 anos de história registrada, a humanidade esteve em paz somente por 268 anos1. A natureza bélica do ser humano revela seu estado espiritual: ele está em guerra com o próprio Deus, está afastado dEle e, portanto, não é capaz de se relacionar com seu próximo.

A paz promovida pelo Espírito Santo não se trata da paz garantida por armas, do equilíbrio de poder estabelecido por armas de destruição em massa, mas é a paz do próprio Deus derramada ao coração humano através da reconciliação por meio de Jesus Cristo: “Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo” (Romanos 5:1).

Em Cristo Jesus já não estamos mais em rebelião contra Deus, fomos reconciliados com Ele e esta certeza nos torna pacíficos não apenas na maneira como nos relacionamos com o próximo, mas também no modo como encaramos a realidade.

Não estamos em guerra com o Criador e, portanto, estamos em paz, vivemos em paz com o próximo e com as incertezas de nossa existência.

Ore conosco:

Pai, ajude-me a desfrutar da paz de Teu Espírito, não permita que meu coração seja tomado pelo desespero ou por um espírito beligerante. Ajuda-me a descansar em Ti e a manifestar da Tua paz ao mundo para que, em tudo, Teu nome seja glorificado. Oro, em nome de Teu Filho Jesus, amém.


Referências:

HEDGES, Chris. What Every Person Should Know About War. The New York Times, 2003. Disponível em: https://www.nytimes.com/2003/07/06/books/chapters/what-every-person-should-know-about-war.html. Acesso em: 19 maio 2021.