“Bem-aventurados os retos em seus caminhos, que andam na lei do Senhor” – Salmos 119.1

O salmista chama de felizes todos aqueles que trilham seus caminhos em retidão e cujos pés não se desviam da Lei do Senhor.

É dela que provém nossa bem-aventurança, é nela que encontramos a fonte da vida e o padrão de retidão. Não são nossos próprios caminhos que são retos, não é a nossa própria capacidade que nos conduz ao Senhor ou que nos torna íntegros.

Se andamos honestamente é porque a Palavra gerou em nós os frutos de uma vida reta e digna diante de Deus e é dEle que provém tudo o que há de bom em nós.

Todos os que, fielmente, trilharem pelos Caminhos de Deus são bem-aventurados, não por serem bons em si mesmos, mas porque os benefícios espirituais contidos nos caminhos de Deus e a justificação proveniente de Cristo, alcançada pela fé, lhes são imputados, gratuitamente, por Deus.

O salmista reconhece e chama todos aqueles que se colocam debaixo da Palavra de bem-aventurados, são extremamente felizes, pois estes compreenderam que somente Deus pode auxiliá-los em sua luta contra o pecado e em sua busca por liberdade.

E, ao final deste caminho, haverá a plena e perfeita concretização da promessa contida na declaração da bem-aventurança. Ao final de tudo, de fato, todos que trilharam na Palavra de Deus serão, por toda a eternidade, bem-aventurados em Deus e nEle desfrutarão do perfeito e inigualável propósito desenhado pelo Criador: a glorificação de Seu Nome por séculos e séculos.

Wallpaper - Salmo 119.1
“Bem-aventurados os retos em seus caminhos, que andam na lei do Senhor” – Salmos 119.1