"Muitas coisas boas me tens feito, Senhor, como prometeste" – Salmo 119:65

Após contemplar a manifestação do amor de Deus em todo o universo (v. 64) o salmista então olha para si e para sua vida e reconhece a graça e o favor divinos em seus caminhos.

A declaração do salmista é uma voz que rompe com o cenário de constante insatisfação de nossa sociedade, com a gratidão que há no coração humano que enxerga o mundo não na perspectiva da graça divina, mas na perspectiva materialista.

O salmista reconhece que, indiferente da sua situação atual, Deus lhe concedeu muitas coisas boas, lhe auxiliou e derramou de Sua graça e misericórdia. Ele é o bom pastor que o conduz para campos verdes e águas tranquilas e, sendo pastoreado por um Deus amoroso, nada lhe falta, pois ele tem o mais importante.

Deus tem feito muitas coisas boas, talvez nossos olhos que estejam embaçados com a ambição de desejar além do que realmente necessitamos ou com a incredulidade de não saber esperar o tempo dEle para ter o que precisamos, mas ainda não temos.

Deus lhe abençoe.