Devocional #24 - Descrevendo meus caminhos

"Meus caminhos te descrevi, e tu me ouviste; ensina-me os teus estatutos" – Salmo 119.26

"Meus caminhos te descrevi, e tu me ouviste; ensina-me os teus estatutos" – Salmo 119.26

Enquanto caminha neste mundo inóspito e hostil o peregrino pode confiar na certeza de que Seu Pai Eterno permanece atento à sua voz, ansioso por ouvi-lo contar sobre sua jornada. Deus não está alheio ao caminhar de Seus filhos, nem muito menos desinteressado em suas dores e angústias diárias.

Imagina-se, erroneamente, que nossas orações chegam até Deus em um emaranhado de vozes vindas de todo o mundo e que o Pai celestial as atende a cada clamor à medida que chegam. Mas não!

Em Seu infindável poder e glória, Deus dispõe de condições eternas que lhe permitem ouvir, apreciar e atender cada súplica individualmente. Ele não é como um pai humano que em seu amor por seus filhos se esgota em dividir sua atenção entre eles.

Deus, individualmente, se assenta para ouvir cada filho. Esta é a maravilhosa certeza e alegria que conforta o peregrino em sua hostil jornada: saber que ele dispõe de cem por cento da atenção do Pai.

E o fundamento deste relacionamento entre o Criador e a criatura está o amor aos mandamentos do Pai. O salmista não apenas declara para Deus quais foram os caminhos que ele trilhou, mas também se alegra em escutar quais caminhos o Pai deseja que ele ande.

A vida cristã é uma mão de duas vias, oração e palavra, através da oração o crente apresenta ao Senhor as dores que sofre em sua caminhada para mais perto dEle e, em Sua Palavra, o crente desfruta das doces respostas que provém da boca do Pai.

Deus lhe abençoe.

Deixe um comentário

Assine o Novas de Cada Manhã

Não perca nenhum conteúdo. Inscreva-se para ter acesso à biblioteca de conteúdos exclusivos para membros.
[email protected]
Inscreva-se