Devocional #114 - Indignação pela iniquidade

"Sou tomado de indignação, pois meus inimigos desprezam tuas palavras" – Salmos 119.139

"Sou tomado de indignação, pois meus inimigos desprezam tuas palavras" – Salmos 119.139

O salmista não se indigna pela perseguição que sofre de seus inimigos, pelas afrontas ou pelas injustiças, sua preocupação e mente não estão depositadas nas circunstâncias passageiras.

Sabendo que dela provém as orientações para uma vida plena em Deus, seu coração não consegue se tranquilizar diante do desprezo e desconsideração dos homens pela Palavra.

Não é a sua própria honra que está em questão, mas a honra do Nome de Deus, a honra de Sua santa palavra. Quando os homens afrontam sua fé, questionam a esperança que há em seu coração, não estão atacando diretamente o crente, mas o Deus que nele habita.

Nossa desaprovação ao pecado e à iniquidade não deve ser motivada pelo desejo de manter nossa honra pessoal, nossa integridade e nosso ego. Não fomos chamados por Cristo para seguir a nossa própria vontade e militar por nós mesmos.

Deus é justo e os seus estatutos são confiáveis (v. 138), portanto, Ele e não nós, é digno de toda honra e glória. Devemos nos indignar com o pecado e o desprezo pelos mandamentos, mas sempre com essa realidade em mente, caso contrário, jamais seremos instrumentos de graça na vida daquele que necessita da salvação em Cristo.

Deus lhe abençoe.

Deixe um comentário

Assine o Novas de Cada Manhã

Não perca nenhum conteúdo. Inscreva-se para ter acesso à biblioteca de conteúdos exclusivos para membros.
[email protected]
Inscreva-se