"Levanto-me à meia-noite para te dar graças por teus justos estatutos" – Salmos 119.62

O salmista reconhecendo a grandiosidade e a beleza dos mandamentos e estatutos, não apenas se mantém fiel ao Senhor diante das perseguições (v. 61), mas também se inclina em adoração e ações de graça a Deus por sua revelação.

Enquanto o homem ímpio se volta para a Palavra com ódio em busca de erros e contradições a fim de justificar seu caminho de iniquidade o justo, tal como o salmista, se inclina em adoração.

Seu coração está permeado pela palavra, todas as suas afeições estão voltadas e alinhadas aos mandamentos do Senhor. Ele não se contenta em esperar pela manhã, mas ainda à noite se levanta para dar graças ao Senhor pela palavra revelada.

Que o seu e o meu coração não se endureça contra a palavra de Deus, mas assim como o salmista, que venhamos a desejá-la de todo o coração.

Deus lhe abençoe.