"Não retires de mim a palavra da verdade, pois teus estatutos são minha esperança." – Salmo 119.43

O salmista ciente de que somente através da palavra  ele é capaz de se relacionar com o próximo de forma justa (v. 42) e de caminhar pelas veredas da vida, ele então clama para o Senhor não retire de seu coração a Palavra da Verdade.

A oração do salmista nos revela uma verdade profunda e, muitas vezes, desprezada: não há esperança em nada que possuímos (bens, títulos ou pessoas), somente na Palavra que sai da boca de Deus.

O salmista poderia ter tudo, estar com a despensa cheia de bens, rodeados de amigos e cheio de riquezas, mas ainda assim viver com o coração sem esperança.

Sabendo que somos peregrinos da terra (v. 19), somos chamados por Deus para encher nossos corações com o que realmente importa e o que realmente será eternamente útil, pois somente na Palavra encontramos a verdadeira esperança.

Que Deus lhe abençoe.