Devocional #136 - Senhor, dá-me entendimento

"Ó Senhor, ouve meu clamor; dá-me entendimento, como prometeste" – Salmos 119:169

"Ó Senhor, ouve meu clamor; dá-me entendimento, como prometeste"  – Salmos 119:169

O alvo do clamor apresentado pelo salmista ao Senhor não é centrado em bens materiais, sucesso financeiro ou realização pessoal. Embora ele saiba que o Senhor é um Pai amoroso que está disposto a abençoar Seus filhos, seu coração não está preocupado com as circunstâncias da vida ou com os recursos financeiros.

Há uma demanda mais urgente, ele clama por entendimento. Mas não qualquer entendimento, ele roga para que seu coração e mente sejam permeados pelo entendimento que provém do próprio texto sagrado. “Dá-me entendimento conforme a tua palavra” registra outra versão do texto.

Ele não deseja apenas acumular conhecimento acerca da Lei, saber o que ela diz, mas compreender seus preceitos e, desta maneira, ter condições de colocá-la em prática, glorificando o Nome de Deus.

Tal capacidade não está à disposição do homem natural, sem o Espírito Santo ele irá inferir o que bem desejar à revelação, irá afirmar que o texto bíblico é fraudulento, que apresenta uma série de mitos antigos frutos de uma sociedade pré-científica ou ainda que a narrativa bíblica não passa de uma espécie de parábola política, a luta dos oprimidos contra os opressores.

Nenhuma interpretação bíblica que parte de um pressuposto humano estabelecido fora do texto é sincera em seu processo de compreensão do que as Escrituras Sagradas dizem.

Reconhecendo tal risco, o salmista roga diretamente ao Deus da Palavra: “dá-me entendimento”. Seu coração se inclina em humildade para receber do Espírito e então ter a capacidade para compreender corretamente a Lei do Senhor sem inclinar seu coração para a esquerda ou para a direita.

Não é um exercício fácil, mas necessário. Não temos a autoridade de afirmar o que o texto não afirma, de impor ao texto ideologias que ele jamais desejou apresentar ou ainda de defender o que é indefensável. Para isso, assim como o salmista, devemos constantemente rogar para que o próprio Senhor nos conceda de Seu entendimento.

Que Deus lhe abençoe.

Deixe um comentário

Assine o Novas de Cada Manhã

Não perca nenhum conteúdo. Inscreva-se para ter acesso à biblioteca de conteúdos exclusivos para membros.
[email protected]
Inscreva-se