Devocional #67 - Teus estatutos são justos

"Eu sei, ó Senhor, que teus estatutos são justos; tu me disciplinaste por tua fidelidade. Agora, que o teu amor me console, como prometeste a este teu servo" – Salmos 119.75,76

"Eu sei, ó Senhor, que teus estatutos são justos; tu me disciplinaste por tua fidelidade. Agora, que o teu amor me console, como prometeste a este teu servo" – Salmos 119.75,76

Reconhecendo que os estatutos eternos são plenamente bons e justos, o salmista olha para a correção divina agradecido de a tê-la recebido. Pela fidelidade e amor o Senhor corrige seu filho a fim de alinhar sua vida aos preceitos eternos.

Seu coração não se rebela contra o Senhor, mas humildemente reconhece que, uma vez que Deus lhe corrigiu movido pela Sua fidelidade, então ele pode confiar que dEle receberá o conforto e o consolo do Espírito Santo à sua alma.

A maturidade do salmista diante da correção divina e da dor provocada por ela nos serve de exemplo, nos revela um caminho sublime e mais elevado de amadurecimento e crescimento espiritual.

O propósito da correção divina não é outro senão alinhar Seus filhos ao caminho eterno e, neste processo, tal como o salmista podemos ter a certeza de que o amor de Deus não estará ausente.

Deus lhe abençoe.

Deixe um comentário

Assine o Novas de Cada Manhã

Não perca nenhum conteúdo. Inscreva-se para ter acesso à biblioteca de conteúdos exclusivos para membros.
[email protected]
Inscreva-se