"Tua justiça é eterna, e tua lei é verdadeira. Quando aflição e angústia pesam sobre mim, encontro prazer em teus mandamentos" – Salmos 119:142,143

Diante de um mundo de incertezas, aflições e angústias o salmista compreende que não há outro fundamento, a não ser a lei de Deus, sobre o qual ele possa depositar sua confiança e descansar sua alma.

Tudo neste mundo caído é volátil e incerto, não há um fundamento sólido nos frutos de uma humanidade longe de Deus. Governos, políticos, sistemas econômicos, poderio militar, tudo é vaidade e junto deles todos os que depositaram sua confiança e fé em suas promessas passarão.

Somente a Palavra de Deus e Sua justiça é permanente, ela é um resquício da eternidade em nossa existência finita e uma âncora que nos mantém firmes em meio ao mar bravio da vida.

Não há outro fundamento para depositar a confiança e para entregar a vida a não ser na Palavra. O salmista reconhece e declara que seu prazer está nos mandamentos do Senhor, pois mesmo em meio a aflição e angústia, ele ainda é capaz de ter um vislumbre da glória eterna.

Se sua confiança estiver depositada em promessas deste mundo, em ideologias que pregam algum tipo de redenção escatológica do ser humano sem Cristo ou ainda em uma agenda de governo que abraça a moral cristã, mas rejeita o testemunho cristão então, lamentavelmente, você está ancorado não em uma rocha firme, mas em um banco de areia que, hora ou outra, irá se desfazer diante do mar revolto.

Que Deus lhe abençoe.