"Tua palavra eterna, ó Senhor, está firme nos céus. Tua fidelidade se estende de uma geração a outra, duradoura como a terra que estabeleceste" – Salmo 119.89,90

Diante do auxílio divino e da graciosa mão do Pai, o salmista se inclina em adoração e admiração às Sagradas Escrituras. Seus olhos se enchem com a grandiosidade da palavra que sai da boca de Deus.

Ela é eterna, geração vem, geração vai, mas ela permanece firme. Reinos se levantam e caem, mas a fidelidade de Deus não se move, não altera e não se decompõe. "Nele não há variação nem sombra de mudança" (Tiago 1.17).

Diante deste Deus grandioso e maravilhoso somos constrangidos à adoração, à contemplação de sua grandiosidade. Estamos diante de Alguém não não se move pelas inquietações do mundo, não varia de acordo com as oscilações econômicas, mas permanece e sustenta com Sua poderosa mão todas as coisas.

Sua Palavra está firme, Seus desígnios e decretos não se alteraram e, no tempo determinado, Sua vontade será feita.

Deus lhe abençoe.