Devocional #38 - A palavra de Deus é pura

“Cada palavra de Deus é comprovadamente pura; ele é um escudo para quem nele se refugia. Nada acrescente às palavras dele, do contrário, ele o repreenderá e mostrará que você é mentiroso” – Provérbios 30:5,6

Recitando o Salmo 18.30, o proverbista Agur nos apresenta a preciosidade e grandiosidade das Escrituras Sagradas. Enquanto a literatura humana é turva e manchada pelo pecado, as palavras que saem da boca de Deus são cristalinas, puras e santas.

Sendo Deus a fonte de toda a Escritura, podemos encontrar nela não apenas refrigério para a alma, mas também segurança em tempos de perseguição e de adversidade.

Se refugiar na palavra de Deus é um exercício de fé, consiste em lançar-se nos braços das promessas divinas com confiança e convicção. Não é olhar para a circunstância e crer que tudo ficará bem, mas é olhar para a Palavra e compreender que tudo está bem, pois está debaixo do controle soberano de Deus.

Tal postura, no entanto, não atribui à Escritura promessas que não foram feitas por ela. Nossa tendência natural, diante da adversidade e ansiedade pelo cumprimento das promessas de Deus, é forçar sobre o texto algo que ele não diz, no entanto, se refugiar na Palavra não é apresentar ao Senhor as exigências, mas somente se esconder nEle confiando que Ele sabe o que é melhor.

Enquanto o homem que atribui ao Senhor aquilo que Ele não disse será envergonhado, aquele que se esconde debaixo da sombra do Altíssimo, reconhecendo que a sabedoria divina é superior ao seu próprio entendimento e as palavras do Senhor são mais cristalinas do que seus melhores pensamentos, pode descansar na certeza que o Senhor lhe guardará e de sua boca não ouvirá nenhuma palavra de reprovação.

Que Deus lhe abençoe.

Deixe um comentário

Assine o Novas de Cada Manhã

Não perca nenhum conteúdo. Inscreva-se para ter acesso à biblioteca de conteúdos exclusivos para membros.
[email protected]
Inscreva-se