Devocional #13 - Cremos em Jesus Cristo

“No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era Deus, Ele estava com Deus no princípio. Aquele que é a Palavra tornou-se carne e viveu entre nós. Vimos a sua glória, glória como do Unigênito vindo do Pai, cheio de graça e de verdade” — João 1.1,2,14

“No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era Deus, Ele estava com Deus no princípio. Aquele que é a Palavra tornou-se carne e viveu entre nós. Vimos a sua glória, glória como do Unigênito vindo do Pai, cheio de graça e de verdade” — João 1.1,2,14

Poderíamos dizer que a doutrina da encarnação do Verbo é a espinha dorsal da fé cristã e, não é por acaso, que desde cedo, ainda no primeiro século, o cristianismo enfrentou as mais diversas heresias que procuravam corroer este fundamento essencial da fé.

“Creio em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor”. O segundo artigo de fé do Credo Apostólico delineia a Pessoa do Deus Filho, Ele não apenas é o Filho gerado por Deus Pai em sua encarnação, mas também é Senhor, Deus digno de toda adoração e glória.

Cristo não preencheu uma casca humana desprovida de alma, tal como afirma o apolinarismo, não se tornou duas pessoas (divina e humana) na encarnação, como prega o nestorianismo, nem ainda foi criado por Deus, como defende os arianos.

Ele é o Verbo eterno de Deus, não foi criado, mas gerado pelo Pai, não é uma criatura, mas o Criador. Como escreve o Apóstolo João “Todas as coisas foram feitas por intermédio dele; sem ele, nada do que existe teria sido feito” (João 1:3).

Se o primeiro artigo de fé do Credo Apostólico concede sentido à existência, uma vez que ela é fruto do ato criativo de um Deus Pessoal, o segundo pavimenta o caminho da correta compreensão e manifestação da fé.

Não há salvação fora de Jesus e, portanto, não há fé verdadeira em Deus sem Ele. Alguém pode até afirmar que ama e crê em Deus, mas tal fé permanece falsa se ela não passar antes por Cristo reconhecendo Seu senhorio sobre todas as coisas.

Talvez o segundo artigo de fé seja o mais vital e, em nossos tempos, o que carece de um resgate urgente. Ideologias políticas, sexuais e filosóficas abraçam a humanidade de Jesus, mas rejeitam sua divindade. Religiosos afirmam que Ele foi um bom homem, mas que nunca teve a pretensão de ser adorado ou muito menos de ser chamado de Deus. Simpatizantes do cristianismo que até creem que Cristo tenha impactado a história, mas que rejeitam seu senhorio absoluto.

Aquele “que nega o Filho também não tem o Pai; quem confessa publicamente o Filho tem também o Pai” (1 João 2:23).

Ele é o Deus encarnado, o Criador que assumiu a forma de Sua criação e se manifestou em nossa história. Nele contemplamos a beleza do Pai, nEle a glória de Deus é manifesta em graça e em verdade. Ele é Deus perfeito e homem perfeito, duas naturezas plenas, indivisíveis.

[...] Todos nós, perfeitamente unânimes, ensinamos que se deve confessar um só e mesmo Filho, nosso Senhor Jesus Cristo, perfeito quanto à divindade, perfeito quanto à humanidade, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, constando de alma racional e de corpo; consubstancial ao Pai, segundo a divindade, e consubstancial a nós, segundo a humanidade; “em todas as coisas semelhante a nós, excetuando o pecado”, gerado segundo a divindade antes dos séculos pelo Pai e, segundo a humanidade, por nós e para nossa salvação, gerado da Virgem Maria, mãe de Deus.

Um só e mesmo Cristo, Filho, Senhor, Unigênito, que se deve confessar, em duas naturezas, inconfundíveis e imutáveis, conseparáveis e indivisíveis; a distinção das naturezas de modo algum é anulada pela união, mas, pelo contrário, as propriedades de cada natureza permanecem intactas, concorrendo para formar uma só pessoa e subsistência [hypóstasis]; não dividido ou separado em duas pessoas. Mas um só e mesmo Filho Unigênito, Deus Verbo, Jesus Cristo Senhor; conforme os profetas outrora a seu respeito testemunharam...

Que Deus lhe abençoe.

Devocional para WhatsApp

Cadastre-se, gratuitamente, receba nossos devocionais diários em seu WhatsApp e edifique sua fé.

Deixe um comentário

Assine o Novas de Cada Manhã

Não perca nenhum conteúdo. Inscreva-se para ter acesso à biblioteca de conteúdos exclusivos para membros.
[email protected]
Inscreva-se