“Pois o Senhor é quem dá sabedoria; de sua boca procedem o conhecimento e o discernimento” – Provérbios 2:8

Os quatro primeiros capítulos de Provérbios são dedicados à exaltação da sabedoria. O proverbista Salomão ao observar os caminhos do homem reconhece que aquele que segue pelas veredas da sabedoria é bem-aventurado.

Entretanto, Salomão não tem em vista um sábio qualquer, ele não está diante de um mero ancião experiente, sua mente não imagina um simples senhor que, tendo experimentado de tudo na vida, reconheceu a excelência de uma vida moderada e prudente.

A sabedoria, que nos primeiros quatro capítulos, é objeto de estudo do proverbista é aquela que provém do próprio Deus. É Ele quem a dá aos homens, é Ele a fonte da luz que ilumina o caminho do crente.

Sem Deus o ser humano pode até desenvolver plenamente suas capacidades intelectuais, mas se vive em rejeição ao Senhor jamais será verdadeiramente sábio. Pois vive uma vida medíocre, que olha apenas para esta realidade passageira e efêmera.

A verdadeira sabedoria é aquela que provém da pessoa divina, que permeia nossa mente e nos conduz à uma vida reta diante do Senhor. Não se trata simplesmente de agir e reagir de forma prudente, mas de fazê-lo sempre tendo em vista e eternidade e, principalmente, a glória de Deus.

Tal sabedoria nos leva a viver não mais de acordo com os modismos do mundo, já não nos preocupamos em agradar a homens, ou em nos moldar aos estereótipos de nossa sociedade.

Nossa mente não é mais guiada pelo que é tendência nesta geração, mas pelo que é valoroso para a eternidade.

Talvez você, assim como o imprudente, tem vivido uma vida eternamente inútil, uma vida que não reflete a grandiosidade de Deus e que não glorifica Seu Santo Nome, talvez suas ações sejam como de um insensato, desmedidas e despropositadas.

Contudo, ao invés de desfalecer seu coração, alegre-se, pois Deus concede sabedoria ao que tem falta dela, como nos escreve Tiago: “Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente de boa vontade; e lhe será concedida” (Tiago 1:5)

Que Deus lhe abençoe.