Devocional #44 - Santificado seja o Teu Nome

“Vocês, orem assim: ‘Pai nosso, que estás nos céus! Santificado seja o teu nome” — Mateus 6:9

Nos últimos dois meses meditamos juntos em questões relacionadas à vida cristã comum, refletimos acerca do chamado de Jesus feito a cada um de nós para segui-lo no caminho do discipulado, aprofundamos os fundamentos de nossa fé ao revisitar as doutrinas elementares do cristianismo e, por fim, nos assentamos aos pés de Salomão para aprender como viver de forma sábia neste mundo.

No entanto, o propósito do chamado ao discipulado, do conhecimento dos fundamentos da fé e da ortodoxia cristã e da busca por trilhar pelos caminhos da sabedoria não é, para mim e você, um fim em si mesmo. Não fomos chamados por Jesus com o objetivo último de sermos apenas discípulos, não aprendemos da Palavra somente pelo conhecimento em si e não buscamos a sabedoria por causa da sabedoria.

Há um propósito maior em tudo o que fazemos, há um objetivo mais elevado e mais santo e hoje e amanhã, nos dois últimos devocionais da Série: Tempo Ordinário, refletiremos sobre o propósito de conhecermos a Palavra, de caminharmos ao lado de Jesus e de buscarmos a sabedoria.

Na oração do Pai Nosso o Senhor Jesus, ao ensinar seus discípulos, declara que o crente deve, em primeiro lugar, clamar para que o Nome de Deus seja santificado e para que o Seu Reino seja manifesto no mundo.

Não meditamos nos ensinamentos práticos de provérbios somente por meditar, não estudamos os fundamentos da fé cristã apresentados no Credo Apostólico somente com o propósito de agregar conhecimento ao nosso intelecto, ao contrário, o objetivo final é a glória do Nome de Deus.

Ao nos ensinar que devemos orar para que o Nome de Deus seja santificado, Jesus nos revela que no cerne da fé cristã deve estar a compreensão de que tudo o que é feito deve ser realizado com um único objetivo: a reverência do Nome de Deus.

De nada adiantará nosso conhecimento teológico se ele não nos conduzir à uma vida que glorifique a Deus, de nada valerá nossa busca pela sabedoria se ela não estiver fundamentada na glorificação do Senhor.

Vivemos numa era onde a figura do indivíduo está profundamente emaranhada ao que ele faz. Tudo aponta para o “eu”, para o homem, para suas habilidades, suas capacidades e suas competências.

No entanto, uma vez que o discípulo de Jesus deixou tudo para trás ao atender o chamado do Mestre, não é o “eu” que deve estar em evidência. Não fazemos o bem para manter nossa moral intocada, fazemos para glorificar o Nome Deus.

Tudo o que é feito é feito para que o Nome do Senhor seja santificado. A quem nossas ações têm prestado reverência? Nossos atos têm construído um palanque para nosso ego ou tem apontado em direção de Deus?

Que hoje possamos com nossa vida bradar: “Pai nosso, que estás nos céus! Santificado seja o teu nome”.

Que Deus abençoe seu dia.

Deixe um comentário

Assine o Novas de Cada Manhã

Não perca nenhum conteúdo. Inscreva-se para ter acesso à biblioteca de conteúdos exclusivos para membros.
[email protected]
Inscreva-se